quarta-feira, 26 de setembro de 2012

[Gostámos] "Academia de Vampiros", de Richelle Mead



Autora: Richelle Mead
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 264
Editor: Edições Contraponto

Sinopse:
Lissa Dragomir é uma princesa Moroi - um vampiro mortal com um laço inquebrável com a magia da Terra - e deve por isso ser protegida dos Strigoi, os vampiros mais ferozes e mais perigosos - os que nunca morrem. Rose Hathaway, a melhor amiga de Lissa, é uma Dhampir - nas suas veias corre uma poderosa mistura de sangue de ser humano e de vampiro. Rose tem como missão proteger Lissa dos Strigoi, que tentam por todos os meios tornar Lissa uma deles.

Após dois anos de uma liberdade proibida, Rose e Lissa são apanhadas e arrastadas de volta à Academia São Vladimir, escondida nas profundezas da floresta de Montana. Aí, Rose deverá continuar a sua educação de Dhampir, enquanto Lissa será educada para se tornar a rainha da elite Moroi. E ambas voltam a quebrar corações na Academia. No entanto, é dentro dos portões de ferro de São Vladimir que a segurança de Lissa e Rose está mais ameaçada. Os horríveis e sanguinários rituais dos Moroi, a sua natureza oculta e o seu fascínio pela noite criam um enigmático mundo repleto de complexidades sociais. Rose e Lissa vêem-se forçadas a deslizar por este perigoso mundo, resistindo à tentação de romances proibidos e nunca baixando a guarda, ou os Strigoi farão de Lissa um deles para a eternidade...


Opinião:
Variedade é a palavra de ordem neste primeiro livro da saga Academia de Vampiros. Por um lado temos vampiros Moroi, nascem vampiros, aguentam a luz do dia, têm o poder dos elementos, alimentam-se de humanos sem precisarem de os matar. Do outro temos vampiros Strigoi que são Moroi ou humanos transformados, não suportam a luz do dia, são desprovidos de poderes e são transformados quando matam pessoas quando se estão a alimentar, são mais fortes que os Moroi que perseguem devido ao poder que o seu sangue lhes dá e têm uma natureza selvagem. Por fim temos os Dhampir que nascem da união de Dhampir com Moroi ou humanos com dhampir, têm a força dos vampiros, a resistência dos humanos e a sua vida é dedicada à protecção dos Moroi.
Rose é Dhampir e a sua intenção é proteger com a própria vida a sua amiga e princesa Moroi Lissa nem que para isso tenha que a levar fugida do colégio que ambas frequentam e é isso mesmo que faz, até serem apanhadas e levadas de volta. Agora tem que recuperar os 2 anos que perdeu da sua formação como guardiã e para isso terá além das aulas normais treino extra com Dimitri, o guardião que a apanhou, antes e depois das aulas, ficando de castigo no quarto durante o restante tempo.
Ao longo do livro vamos conhecendo as personagens, as suas intenções, motivações e acções. Rose sempre foi estouvada e Lissa calma contudo têm uma ligação muito forte onde a primeira sente as emoções mais forte da amiga, chegando a ver a acção dos olhos desta como se estivesse a possuir o seu corpo. Acabando esta ligação por ser fundamental em toda a trama. Rose descobre muito acerca de Lissa desta maneira apesar de achar que está a invadir a sua privacidade. Gostei imenso de Christian e da sua "não amizade" com Rose, finalmente um livro onde nem tudo é cor de rosa. Achei-o interessante, uma personalidade forte sem se deixar afectar pelo que dizem ou pensam de si ou da sua familia. Dimitri é também bastante carismático, não sei se choca alguém a diferença de idade entre ele e a sua educanda mas a mim não me choca nada, nem sequer o facto dela ser menor faz diferença. Gosto imenso da tensão que existe entre eles e o impossível aqui tem uma dimensão diferente. É que o amor deles é impossível por serem iguais e não por serem diferentes o que dá uma dinâmica diferente ao livro. Rose não é uma menina calma, pura e doce, pelo contrário a sua beleza dá-lhe força para se impor e a sua personalidade é expansiva não é pessoa de ficar de braços cruzados à espera da acção, pelo contrário, procura estar sempre no centro dos acontecimentos não deixando o protagonismo por mãos alheias. Lissa é o oposto, é a típica menina doce e calma com um coração de ouro, mas o elemento que lhe dá poder transforma-a revelando uma pessoa completamente diferente. Gostei imenso das mudanças que vamos vendo nela ao longo do livro apesar de algumas não lhe serem benéficas.
Gostei imenso de o ler, foi pura e simplesmente devorado, arranjei-o para trocar por outro e acabei por não conseguir me desfazer dele e penso relê-lo mais tarde. Adorei a construção das personagens, as diferenças de estatuto e a sua evolução. É uma saga que vou apostar pois considero-a bastante interessante principalmente pela diversidade das personagens!

Esta e outras opiniões no blogue Crónicas de uma Leitora

1 comentário:

  1. Olá! Esta é a página de Vampire Academy em Portugal: https://www.facebook.com/vampireacademyportugal?ref=tn_tnmn

    ResponderEliminar

Obrigada pela sua opinião. Os comentários serão previamente sujeitos à moderação da administração da página e dos autores do artigo a que digam respeito, antes de publicação.